Imagine Belieber: Dezembro 2012

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

It’s Hard Not To Love – Capítulo 4 "Espera ai,Justin Bieber disse que sou linda,já posso ficar feliz feito uma boba?"


    

"Baby, baby, baby
  Me ensine, me ensine, me ensine
  Me mostre, me mostre, me mostre
  O caminho para seu coração" - Justin Bieber - Love Me Like You Do

- Ai amiga,tu viu como o Taylor tava tudo de bom naquele filme? Meu Deus! – Disse a Becca quando saímos do cinema.
- Vi,mais ele não é essas coisas toda não. – Eu disse.
- Como ousa falar isso do meu Taylor? Ele é tudo de bom,e se você não acha,guarde isso pra você. – Ela disse mais ela parou de andar e ficou lá parada como uma estátua.
- Becca o que foi?! Você ta bem amiga?! – Eu disse balançando ela.
- É o... – Ela ia dizendo mais não conseguiu completar a frase e então ela levantou e apontou para aluem que devia está atrás de mim,então eu me virei e fiquei paralisada,era ele... 

JUSTIN BIEBER!
Ele cercado de umas vinte fãs e tinha um homem bem grande junto a ele,devia ser algum segurança.

- Amiga eu tenho que tirar uma foto com ele. – Disse a Becca.
- Mais você nem é fã dele amiga,pra que você quer foto com ele? – Eu perguntei.
- Babi não é todo dia que a gente vê Justin Bieber em um shopping,vamos lá! – Ela disse me puxando.

 Esperamos as garotas tirarem fotos e pegarem autógrafos primeiro,elas estavam completamente enlouquecidas e era possível fazer algo com quem impedisse de elas tirarem foto com ele primeiro.Depois que todas foram embora satisfeitas,finalmente conseguimos chegar mais perto dele,nossa,ele era realmente lindo.
- Graças a Deus isso aqui ficou sem tumulto! – Eu disse aliviada e então o Justin riu.
- É sempre assim. – Ele disse sorrindo.
- Enfim,ai meu Deus,eu não acredito que to a menos de um metro de você,ai Rebecca,respira. – Disse a Becca fazendo eu e o Justin rirem.
- Vai tirar a foto ou não? – Eu perguntei.
- Ah é,pega! – Ela disse me entregando seu iPhone. – Tira logo antes que eu tenha um ataque cardíaco.
- Ta bom. – Eu disse rindo e então tirei a foto. – Tirei já.
- Ai meu Deus!Ta bom,se acalma Rebecca. – Disse a Rebecca pegando seu iPhone da minha mão e salvando a foto varias vezes para não correr o perigo de apagar a foto por engano.
- Bom,eu tenho que ir. – Disse o Justin.
- Ah,ok. – Disse a Becca.
- Tudo bem. – Eu disse e sorri.
- Bom...eu sei que é a primeira vez que te vejo,mais eu tenho que dizer que você é linda. – Ele disse e sorriu.
- Obrigada. – Eu disse sorrindo também.
- Agora eu tenho que ir,tchau. – Ele disse e foi embora.

Espera ai,Justin Bieber disse que sou linda,já posso ficar feliz feito uma boba?Eu ainda estava meio chocada por isso,fiquei ali parada no mesmo lugar até que a Becca se virou e ficou me encarando.

- Que foi? – Eu perguntei.
- Você tem consciência do que acabou de acontecer? – Ela disse.
- Do que você ta falando? – Eu perguntei confusa.
- Do que eu to falando?! Eu não acredito que ainda não caiu a ficha pra você. – Ela disse indignada.
- Eu ainda não sei do que você ta falando. – Eu disse.
- Porra Barbara,Justin Bieber acabou de te chamar de linda e tu ai,agindo que nem uma lerda. – Ela disse.
- Foi só um elogio,isso não é motivo pra ficar por ai morrendo,ele pode ser famoso,mais continua sendo uma pessoa normal. – Eu disse.
- Justin Bieber não é só uma pessoa normal,além dele ser Justin Bieber,ele é tão lindo que se eu fosse um garoto eu ia querer morrer por não ser tão lindo quanto ele. – Ela disse enquanto íamos em direção a área de alimentação.
- Para de exagero,mais vamos logo comer antes que eu desmaie aqui de fome. – Eu disse e fomos até o McDonald’s.

P.O.V Justin Bieber.

- Hey Justin! Volta pra terra cara. – Disse o Kenny.
- Quê? – Eu perguntei quando eu voltei a realidade.
- Ainda ta pensando naquela garota? – Ele me perguntou.
- Que garota? – Eu perguntei me fazendo de desentendido.
- Você sabe muito bem de que garota eu estou falando. – Ele disse. – Não se faz de desentendido.
- Mais você viu cara,ela era linda não era? – Eu disse com um sorriso no rosto.
- Sim,ela era,mais você devia parar de pensar em outra,até porque você tem namorada. – Ele disse e meu iPhone tocou,era a Selena.
- Falou nela e ela misteriosamente aparece. – Eu disse e atendi o celular.

Ligação ON.

- Alô? – Eu disse quando atendi.
- Oi amor. – Ela disse e percebi uma animação na sua voz.
- Tudo bem? – Eu perguntei.
- Muito bem e você? – Ela disse.
- To bem,qual o motivo para tanta animação? – Eu disse.
- Fui nomeada pela revista Glamuor como mulher do ano,isso não é demais? – Ela disse animada.
- Isso é ótimo amor,parabéns. – Eu disse forçando animação,eu ainda não conseguia parar de pensar naquela garota.
- Obrigada,então...eu tenho que desligar,só liguei pra contar a novidade,beijo,bye bye. – Ela disse e desligou antes que eu pudesse responder.

Ligação OFF.

Ta bom,eu sei que não é legal ficar pensando em uma garota quando se tem uma namorada,mais o problema é que eu não consigo tirar ela da cabeça sabe?Aquele sorriso,aquele jeito dela,mais acho que nem minha fã ela era,nem pediu pra tirar foto ou pediu algum autógrafo,mais isso não importa,o que importa é que ela era muito linda.

- Justin,Justin,eu já avisei,a Selena não ia gostar de saber que você fica pensando em outra garota. – Disse o Kenny.
- Faz tempo que eu quero terminar com ela cara,mais o problema é o Scooter que não quer,ele disse que não seria bom,ele disse que eu tenho que ficar com ela pelo menos por marketing,mais o problema que eu odeio isso,odeio ser forçado a fazer algo que eu não quero. – Eu disse.
- Mais é melhor começar a aceitar isso porque você sabe como é o Scooter. – Ele disse. – E se eu fosse você,parava de pensar nessa garota que você nem ao menos sabe o nome.
- Vou tentar. – Eu disse.

Eu disse que ia tentar esquecer ela não disse?Agora me explique como fazer isso,porque eu realmente não estou conseguindo,ela era tão...tão...perfeita,mais é melhor pensar em outra coisa,pois assim eu posso conseguir esquecer ela.
Amanhã ia ser o AMA e eu estou super ansioso sabe?Ai,eu tento,tento pensar em outra coisa mais eu não consigo tirar aquela garota da minha cabeça,o que há nela que a faz tão perfeita pra mim?Eu quero muito mesmo encontrar ela de novo pra poder...Justin PARA! Para de pensar nessa garota.

- Chegamos,cuida logo que eu to morrendo de fome. – Disse o Kenny e saiu do carro.
 - Kenny você sempre está com fome cara. – Eu disse rindo e saindo do carro.
- Mais faz horas que eu não como. – Ele disse.
- Faz exatamente vinte e cinco minutos que você não come Kenny. – Eu disse olhando os minutos no meu relógio e rindo dele,mais ele já tinha ido até a cozinha atrás de comida,esse Kenny,sei não...

Continua...
              
Me desculpem por não ter postado ontem,foi porque tive um pequeno problema,mais já está ai o capítulo...
Continuo com 2 comentários...

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

It’s Hard Not To Love – Capítulo 3 “Amanhecer Part. 2”.


    

" Seu amor é como uma montanha-russa
A maneira que você tira o meu fôlego
Parece que estou caindo lentamente
Mais e mais, mais e mais " - Justin Bieber - One Love


- Eu amei esse,obrigada pela ajuda. – Ela disse simpática.
- De nada Pattie. – Eu disse. – Sem querer incomodar,você pode tira uma foto comigo?
- Claro. – Ela disse sorrindo,peguei meu iPhone e tirei uma foto com ela,não é todo dia que a gente encontra a mãe de Justin Bieber em nossa loja né?
- Obrigada. – Eu disse sorrindo.
- De nada querida. – Ela disse sorrindo também. – Onde eu pago?
- Pode ir ali. – Eu disse apontando para o caixa.
- Obrigada er...qual seu nome? – Ela disse.
- Barbara. – Eu disse e sorri.
- Obrigada então Barbara. – Ela disse.
- De nada. – Eu disse e ela sorriu e depois se dirigiu ao caixa...

P.O.V Barbara.


Depois de alguns minutos a Pattie foi embora,nunca pensei que ela era tão simpática.Depois de ter passado a tarde toda trabalhando eu estava super cansada,mais cansada ou não eu iria para o shopping com a Becca,já era seis horas e a loja já estava fechando.
- Vamos trocar de roupa logo antes que a velha mande a gente embora. – Disse a Becca vindo em minha direção e me puxando para o banheiro.
- Não fala assim dela,ela pode ser chata o quanto for,mais ainda é nossa chefe. – Eu disse entrando no banheiro que era bem grande.
- Ta ta,não sei porque você defende ela,ela é um horror de pessoa. – Ela disse.
- Mais ainda é ela quem paga o meu salário. – Eu disse.
- Vamos parar de falar nela ok? – Ela disse.
- Ok. – Eu disse. – Então,vamos assistir que filme?
- Ai amiga,eu quero muito assistir Amanhecer,quero ver aquele gostoso do Taylor sem camisa. – Ela disse enquanto colocava sua calça.
- Ai começou,amiga eu não quero ir ficar ouvindo grito lá se ele ficar sem camisa não. – Eu disse.
- Ai amiga por favooooor! – Ela disse fazendo carinha de cachorro que acabou de cair da mudança.
- Ai que saco! Ta bom,mais sem gritos do meu lado ok? – Eu disse.
- Ok. – Ela disse animada e continuou a se vestir.
- Viu quem eu atendi hoje? – Eu disse.
- Não,quem? – Ela disse enquanto se maquiava.
- Pattie Mallette. – Eu disse enquanto terminava de trocar de roupa.
- EU-NÃO-ACREDITO! – Ela disse pausadamente enquanto ficava com aquela cara de chocada.
- Amiga ela é muito gentil e simpática sabe? Ela não é que nem a maioria das madames que vem aqui comprar roupa,ela trata as pessoas muito bem,vei,eu gostei muito dela. – Eu disse enquanto pegava minha maquiagem na bolsa.
- Eu queria ter atendido ela,mais nem a vi entrar e muito menos sair da loja,eu estava atendendo a Sra.Rossetti. – Ela disse,a Sra.Rossetti era a mulher de um banqueiro rico do país e por ser mulher de um homem tão rico e importante ela se acha a dona do mundo e gosta de fazer as pessoas de escravas.
- Eu odeio ela,uma vez eu fui atender ela e ela me fez ficar trazendo vestidos pra ela por duas horas seguidas,ai ela foi escolher um sapato também e ela me fez colocar o sapato dela e olha que esse nem é o meu trabalho,porque eu trabalho na área de roupas e não de calçados. – Eu disse enquanto fazia os últimos retoques na minha maquiagem.
- Eu odeio o fato dela fazer todo mundo daqui de escravo. – Ela disse.
- Mais a gente sempre tem que ficar calada se não sobra pra gente. – Eu disse.
- Pois é. – Ela disso.
- To pronta,vamos? – Eu disse pegando minha bolsa.
- Vamos,quero ver o Taylor sem camisa o mais rápido possível. – Ela disse animada pegando sua bolsa.
A Becca estava vestida assim (clica aqui) e eu assim (clica aqui).Saímos do banheiro e demos de cara com a nossa chefe.
- Quando vocês saírem,vocês tranquem a loja,porque eu recebi uma ligação e vou ter que sair e não vai dar tempo de fechar a loja,então façam isso por mim. – Ela disse pegando sua bolsa.
- Ok. – Eu disse e ela saiu apressada.
- O que será que aconteceu? – Disse a Becca curiosa.
- Não sei,mais a gente tem que ir logo antes que a gente perca a sessão das sete. – Eu disse.
- É mesmo,vamos. – Ela disse e então trancamos tudo e saímos.

Quando chegamos no shopping faltava vinte minutos pras sete horas,então corremos em direção ao cinema,a fila estava enorme,demoraria uma meia hora pra poder compra os ingressos.
- Amiga o que a gente faz? – Eu perguntei pra Becca.
- Que tal a gente pedir pra alguém que ta mais na frente comprar os nossos ingressos? – Ela disse.
- Pode ser,vamos pedir pra aqueles meninos ali. – Eu disse me referindo a quatro garotos que estavam atrás de uma garota que estava comprando os ingressos dela e então fomos até eles.
- Pergunta você amiga. – Disse a Becca sussurrando.
- Er...oi,bem se eu pedisse um favor a vocês,vocês fariam? – Eu perguntei meio envergonhada.
- Depende do favor. – Disse dos garotos.
- É que a gente vai pegar a sessão das sete e começa em vinte minutos pra começar e a fila ta muito grande,tem como comprar os nossos ingressos? – Eu perguntei e o mesmo garoto sorriu.
- Claro,é pra que filme? – Ele perguntou.
- Amanhecer Part. 2 – Eu disse dando o dinheiro para ele,ele pegou o dinheiro na minha mão e então chegou a sua vez,ele comprou o ingresso dele,dos amigos dele e o meu e da Becca.
- Aqui os ingressos de vocês. – Ele disse me entregando os ingressos.
- Muito obrigada! – Eu disse sorrindo. – Serio,obrigada mesmo,se não fosse por você eu ia ter que esperar uns trinta minutos só nessa fila.
- Não precisa me agradecer,bem...er...você podia me dar seu número?A gente podia combinar de sair pra se conhecer melhor. – Ele disse meio enrolado.
- Desculpa,mais eu tenho namorado e ele é muito ciumento. – Eu disse. – Mais muito obrigada por comprar nossos ingressos.
- De nada. – Ele disse meio sem graça e então entrou no cinema com os amigos dele.
- Ai amiga,ele é tão lindo. – Disse a Becca morrendo pelo garoto.
- Ai Becca,tu sabe o que o Will faria se descobrisse que eu dei meu número pra ele? – Eu disse. – Ele me matava.
- Eu só queria que você terminasse com o Will. – Ela disse.
- Mais eu não posso Becca,eu já tentei fazer isso,mais ele sempre faz a mesma coisa. – Eu disse com algumas lagrimas nos olhos. – Mais eu não quero falar sobre isso,vamos logo entrar no cinema antes que a gente perca o começo do filme.
- Ok. – Ela disse e a gente entrou na sala de cinema,nem pegamos pipoca ou qualquer coisa que vendiam ali no cinema,não gostamos muito sabe?E mesmo assim a fila estava muito grande.

Resumindo,o filme não foi lá essas coisas,a Becca adorou só pelo fato de ter o Taylor,ela é super fã dele,o final que era pra ser épico,não foi épico coisa nenhuma,foi o pior final que eu já assisti,mais tirando isso até que o filme foi bom.
- Ai amiga,tu viu como o Taylor tava tudo de bom naquele filme? Meu Deus! – Disse a Becca quando saímos do cinema.
- Vi,mais ele não é essas coisas toda não. – Eu disse.
- Como ousa falar isso do meu Taylor? Ele é tudo de bom,e se você não acha,guarde isso pra você. – Ela disse mais ela parou de andar e ficou lá parada como uma estátua.
- Becca o que foi?! Você ta bem amiga?! – Eu disse balançando ela.
- É o... – Ela ia dizendo mais não conseguiu completar a frase e então ela levantou e apontou para aluem que devia está atrás de mim,então eu me virei e fiquei paralisada,era ele... 

Continua...


                
Oi meu amores,então...Eu passei mais de uma semana sem postar,e eu tenho que explicar o porque.
Então...Meu programa de texto aonde eu escrevo tava travando e fechando sabe?Eu só consigo escrever nele,então eu fui e tive que esperar ele voltar ao normal,ai eu expliquei naquele aviso que eu ia mudar o layout do blog,eu mudei como vocês podem ver,porque o antigo tava muito cute,então eu troquei,mais eu ainda não to satisfeita com esse,então eu resolvi fazer o meu próprio layout,mais ai eu fui procurar em blogs de html como fazer,e eu ainda to editando umas coisas,por isso eu também ainda não tinha começado a escrever,mais ai tipo,minha mãe ia viajar pra uma cidade próxima daqui a onde eu moro e ai eu não ia ficar em casa sabe?Minha mãe não quis me deixar aqui em casa sozinha por 5 dias,então eu tive que ir pra casa da minha avó,eu levei o not porque lá tem internet,só que ai me deu muita preguiça sabe?Todo dia eu falava pra mim mesma que eu ia escrever,mais eu acabava não escrevendo,mais enfim,eu tive vários imprevistos,mais eu já to em casa de novo e meu programa voltou ao normal,então vou voltar a postar normalmente.

Continuo com 2 comentários,já que muita gente vê e pra completar 3 comentários demora muito.
(Leitoras fantasmas por favor comentem,isso me incentiva a continuar a fic,e se você não comenta por não ter uma conta,não tem motivo para não comentar,pois tem como comentar anonimamente.) 

domingo, 16 de dezembro de 2012

AVISO IMPORTANTE!

Gente eu não sei quando eu vou poder postar porque eu estou tendo alguns problemas com o programa em que eu escrevo e também porque eu vou mudar o layout do blog,então se ficar alguma coisa fora do lugar não liguem ok?
Eu também queria falar uma coisa pra vocês,tipo,eu escrevo com o maio carinho a IB e peço poucos comentários,e varias pessoas veem e poucas comentam,no segundo capítulo,eu pedi três comentários como nos outros e teve nove visualizações e pra dar três comentários demorou dois dias,isso realmente me desmotiva e me faz ter vontade de parar por um tempo,porque eu poderia está fazendo outra coisa,mais não,eu fico escrevendo pra quem ler possa gostar,eu espero muito que nos próximos posts todos comentem,porque é os comentários que me motivam a continuar escrevendo.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

It’s Hard Not To Love – Capítulo 2 "Era a Pattie,meu Deus,tenho que me comportar,Barbara se acalma. "


   
"Mexa seu corpo, garota, eu posso sentir seu corpo se mexer"— Justin Bieber - Beauty And A Beat

- Nossa Justin,você é puro swag,seu gostoso... – Eu dizia para meu reflexo no espelho até ouvir risadas atrás de mim e então me virei e vi o Kenny.
- Não sabia que você era tão anormal assim Justin. – Disse o Kenny rindo de mim.
- Eu sou normal Kenny! – Eu disse e ele começou a rir mais ainda.
- Vamos logo senhor “normal” se não vamos chegar atrasados. – Ele disse e então nos apressamos para não chegar atrasados...

P.O.V Barbara.

Depois que já tinha lavado a louça do café,arrumei a casa,pois não tínhamos empregada.Quando eu finalmente acabei,era exatamente meio-dia,comi e deixei o almoço do Will dentro do microondas,voltei a lavar a louça para deixar tudo limpo novamente,quando acabei fiquei assistindo TV até dar uma e meia da tarde,pois eu tinha que ir está no trabalho as duas horas.
Para falar a verdade,eu trabalhava em uma lojinha de roupas que ficava perto de casa,lá era o único lugar aonde eu tinha amigas.Levantei do sofá e fui em direção ao quarto,chegando lá entrei no banheiro e comecei a me arrumar.Quando terminei eu estava assim (clica aqui),peguei um papel e uma caneta e escrevi um bilhete para o Will saber para aonde eu fui e não querer fazer besteira.No bilhete dizia:

“Will fui trabalhar,pois é segunda e tenho que ir trabalhar,coisa que você também deveria ter ido fazer hoje de manhã,enfim,seu almoço está no microondas,só é esquentar,volto as oito e meia,pois combinei de ir ao shopping com a Becca depois do trabalho,por favor,deixa a casa em ordem e não faz besteira ta bom? Beijos. “

Eu poderia chamar Will de amor,mais eu não o vejo mais como o meu amor e sim como um monstro,todas as vezes que ele me agrediu eu não vou perdoar nunca.Coloquei o bilhete em cima do criado-mudo,peguei minha bolsa e sai de casa sem fazer barulho para não acordar Will,eu não estava querendo discutir hoje.Depois de andar por uns dez minutos eu cheguei a loja e lá era o único lugar aonde eu era bem recebida,principalmente pela Becca.
- Amiga!Já ia te ligar,vai poder ir ao shopping comigo hoje né? – Ela disse me abraçando.
- Claro que vou,é minha obrigação me divertir com a minha melhor amiga. – Eu disse sorrindo mesmo não estando satisfeita com a minha vida.
- Você não está bem que eu sei,Babi vem aqui. – Ela disse me puxando para um canto da loja aonde não tinha completamente ninguém.
- O que foi Becca? Eu estou bem sim. – Eu disse e sorri novamente mesmo sabendo que esse sorriso era o mais falso de todos que já dei.
- Babi não mente pra mim,aconteceu de novo não é? – Ela disse triste.
- Eu não estou te entendendo Becca. – Eu disse me fazendo de desentendida,eu sabia muito bem aonde ela estava querendo chegar e eu não gostava de ser o motivo de tristeza para as pessoas.
- Babi não se faz de burra,eu percebi que você está um pouco mais maquiada hoje,como todas as vezes que... – Ela disse mais parou de falar e me fitou pensativa. – Ele fez de novo não é Babi?
- Fez o que Becca?Não aconteceu nada. – Eu disse e então ela olhou para os meu braços e viu os variados hematomas que se encontravam em meu braço.
- Não aconteceu Barbara?Olha só para o seu braço. – Ela disse o puxando e olhando para o meu rosto. – Eu sei que você está mais maquiada assim hoje porque o Will te bateu novamente,Babi,você não cansa de sofrer não?
- Eu não posso deixá-lo Becca,por mais que eu queira eu não posso,sim,ele me bateu de novo e foi por esse motivo,pelo motivo de eu ter arrumado minhas coisas para ir embora. – Eu disse já com lágrimas saltando de meus olhos,eu não conseguia ser forte o bastante para não chorar,eu estava tão frágil,minha alma estava fraca,eu tinha vontade de viver e ao mesmo tempo a idéia de morrer me parecia tão boa,eu realmente não tinha medo da morte,meu único medo era morrer sem ter sido feliz.
- Amiga me abraça. – Disse a Becca me puxando para um abraço apertado enquanto nós chorávamos juntas como duas depressivas.
- Obrigada por está comigo nos piores momentos,eu realmente não quero te perder. – Eu disse entre os soluços de meu choro.
- Barbara me escuta,você nunca vai me perder,eu estou aqui para está com você em todos os momentos,pois sou sua amiga,e por ser sua amiga eu quero que você pare de desafiar Will,não faça ele ficar irritado com você,eu odeio te ver assim,machucada tanto fisicamente como sentimental. – Ela disse e aquilo foi como um remédio para quem estava doente,aquela tristeza diminuiu,só ela fazia eu me sentir mais viva,é por isso que eu a amo,eu a abracei novamente.
- Eu te amo muito amiga,obrigada por me motivar a viver. – Eu disse e ela sorriu.
- Vem,temos que retocar a maquiagem. – Ela disse me puxando para o banheiro,chegando lá retocamos a nossa maquiagem e depois saímos do banheiro e tomamos o maior susto,a nossa chefe estava na nossa frente,ai vem coisa.
- Eu tenho uma pergunta pra fazer pra vocês. – Ela disse com um tom severo.
- Pode falar senhora. – Disse a Becca e eu continuei calada.
- Eu pago você pra ficarem de conversinha e deixar os clientes sem atendente? – Disse ela.
- Não,desculpe senhora,isso não irá se repetir. – Eu disse.
- Isso eu espero. – Ela disse e se virou indo em direção ao seu escritório.
- Morcega velha. – Resmungou a Becca baixinho me fazendo rir.

Ficamos sentadas perto do caixa,até porque ainda não tinha ninguém na loja,o que é raro,porque aqui é sempre movimentado.Depois de alguns minutos começou a ficar movimentado,e pra qualquer lugar que eu ia eu atendia alguém,de longe avistei uma mulher,ela era bem bonita,percebi que não tinha ninguém atendendo ela então fui ao seu encontro.
- Olá,em que posso ajudar? – Eu disse super simpática e então ela se virou de frente para mim,eu não acredito que era ela,era a Pattie,meu Deus,tenho que me comportar,Barbara se acalma.
- Ah,olá,eu estou um pouco indecisa,eu tenho que ir a uma premiação hoje com o meu filho e não sei que vestido eu escolho. – Ela disse.
- Se é vestidos para ocasiões como essa,aqui aonde a senhora está olhando não vai ter,só vai ter aqui. – Eu disse enquanto a levava a outra parte da loja onde tinha vestidos mais sofisticados.
- Eu estou em duvida entre esses três,me ajuda a escolher? – Ela disse indicando três vestidos super lindos.
- Claro,pode ir pro provador que eu levo os vestidos pra senhora. – Eu disse.
- Pode me chamar só de Pattie ta bom querida? – Ela disse.
- Claro. – Eu disse e ela sorriu.

Ela entrou no provador e provou todos os vestidos,no final ela acabou escolhendo esse (clica aqui).
- Eu amei esse,obrigada pela ajuda. – Ela disse simpática.
- De nada Pattie. – Eu disse. – Sem querer incomodar,você pode tira uma foto comigo?
- Claro. – Ela disse sorrindo,peguei meu iPhone e tirei uma foto com ela,não é todo dia que a gente encontra a mãe de Justin Bieber em nossa loja né?
- Obrigada. – Eu disse sorrindo.
- De nada querida. – Ela disse sorrindo também. – Onde eu pago?
- Pode ir ali. – Eu disse apontando para o caixa.
- Obrigada er...qual seu nome? – Ela disse.
- Barbara. – Eu disse e sorri.
- Obrigada então Barbara. – Ela disse.
- De nada. – Eu disse e ela sorriu e depois se dirigiu ao caixa...

Continua...
                   
Oiiii,sentiram saudades? não? ok.
Desculpem não ter postado ontem,é que eu tive alguns problemas,mais hoje eu finalmente postei.
O que acharam do capítulo?gostaram?odiaram?Digam o que vocês acharam ai nos comentários ok?
Espero que tenham gostado... (STATUS: Em love com o gif...)
Continuo com 3 comentários...

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

It’s Hard Not To Love – Capítulo 1 “Estou cansada de sofrer”.


      
“Por você eu andaria mil milhas para estar em seus braços, segurando meu coração.” — Justin Bieber - Be Alright

P.O.V Barbara.

Acordei as oito horas da manhã,meu corpo doía bastante,Will se encontrava ao meu lado,ele ainda dormia por conta de ter chegado super tarde ontem e ainda mais,estava bêbado,como sempre nós brigamos ontem,e ele acabou me batendo mais uma vez,eu não quero essa vida para mim,eu queria saber o que fez Will ser tão violento assim.
Quando começamos a namorar ele era romântico e super fofo comigo,ele era totalmente diferente do que é hoje,ele me tratava como uma mulher deve ser tratada,mais agora me trata como um lixo e quando eu reclamo e tento terminar com ele,ele acaba me agredindo,tenho saudade do antigo Will.

*FLASH BACK ON*

- Amor. – Eu disse olhando para ele enquanto assistíamos um filme que estava meio chato.
- Oi princesa. – Ele disse me dando um selinho.
- Esse filme está chato,vamos fazer outra coisa. – Eu disse.
- Tipo o que? – Ele perguntou.
- Sei lá,a gente podia ir no shopping vê se tem um filme melhor para a gente assistir. – Eu disse.
- Pode ser,vai ser bem legal,vamos agora? – Ele perguntou.
- Não,eu preciso me arrumar,mais ainda ta de tarde,vamos de noite pode ser? – Eu perguntei.
- O que você quiser. – Ele disse e me selou.

*FLASH BACK OFF*

Me levantei ainda com um pouco de sono e fui até o banheiro.Me olhei no espelho e uma enorme vontade de chorar apareceu,meu rosto estava arranhado e meu olho estava um pouco roxo,olhei para meus braços e eles estavam roxos em alguns lugares,e então me veio a lembrança da noite passada,porque Will é assim comigo,eu sempre fui uma boa namorada para ele,minha vontade agora é de arrumar minhas coisas e ir embora para bem longe de Will,estou cansada de sofrer.

*FLASH BACK ON*

Já era três horas da manhã e o Will ainda não havia voltado para casa,já liguei inúmeras vezes mais seu celular só dá fora de área.Então a porta da sala de abre e lá estava Will,me levantei e fui até ele.
- Onde você estava?Já são três da manhã Will,amanhã é segunda Will,você tem trabalho,como é que você pensa em fazer uma coisa dessas?Pelo visto você não vai trabalhar amanhã né? – Eu disse com raiva.
- CALA A PORRA DA BOCA BARBARA! – Ele disse e senti o cheiro de álcool no seu hálito,ele estava bêbado.
- EU SABIA,VOCÊ ESTAVA BEBENDO NÃO É WILL?! PORQUE FAZ ISSO?! – Eu disse com raiva dando tapas em seu peito.
- CALA A BOCA!CALA A BOCA! VOCÊ NÃO TEM NADA A VER COM ISSO!CALA A BOCA BARBARA. – Ele disse e senti meu rosto queimar com o tapa que ele me deu.
- QUER SABER?EU VOU EMBORA,TO CANSADA DISSO WILL,C-A-N-S-A-D-A! – Eu disse e fui em direção ao quarto,chegando lá peguei minha mala e fui colocando todas as minhas roupas lá.
Senti Will me pegar pelo braço e me jogar contra a parede.
- VOCÊ NÃO VAI EMBORA BARBARA,VOCÊ NÃO VAI ME DEIXAR! – Ele disse.
- VOU SIM,EU MANDO NA MINHA PRÓPRIA VIDA WILL,ME DEIXE EM PAZ,EU NÃO QUERO MAIS NAMORAR COM VOCÊ! – Eu disse e fui em direção a minha mala.
Então ele me empurrou me fazendo cair em cima da cama,então ele deu dois socos em meu rosto e ele gritava “VOCÊ NÃO VAI ME DEIXAR BARBARA,VOCÊ NÃO VAI” ,eu tentava me defender,mais era em vão,então ele puxou um travesseiro e pressionou sobre minha cabeça,eu me debatia na esperança de fazer ele parar,mais a cada vez mais ele pressionava o travesseiro sobre minha cabeça,eu estava ficando sem ar.
- VAI ME DEIXAR BARBARA?VOCÊ VAI ME DEIXAR? – Ele dizia com raiva. – ANDA!DIZ QUE VAI ME DEIXAR QUE EU TE MATO AGORA BARBARA.
- E-eu...nãão vou te de-eixar. – Eu dizia com a voz fraca por falta de ar.
- Isso mesmo! – Ele disse tirando o travesseiro do meu rosto e rindo.
Então ele se deitou ao meu lado e dormiu.

*FLASH BACK OFF*

Fiquei ali chorando por um bom tempo,eu estava frágil com toda essa situação,eu quero tanto ir embora daqui,Will não me deixa ver ninguém,eu tenho saudade da minha mãe,do meu pai,da minha irmã,quando sai de casa ela tinha apenas sete anos,ela deve ter crescido,deve está linda,eu sinto tanta saudade da minha família,só queria que tudo isso fosse um pesadelo e que logo logo eu acordo e estarei no meu quarto,na casa dos meus pais.
Me levantei na esperança de esquecer o que aconteceu,fiz minha higiene,e coloquei só um short e uma regata branca,até porque eu mal saio de casa por causa do Will.Desci as escadas e fui até a cozinha e comecei a preparar o café da manhã.

P.O.V Justin.

Acordei com a minha mãe batendo na porta do quarto,mais que saco,eu to com sono,é difícil entender isso?
- JUSTIN ACORDA MENINO! – Gritou a minha mãe do outro lado da porta.
- Já to levantando mãe. – Eu disse meio sonolento.
- Abre logo essa porta. – Ela disse e então eu me levantei e destranquei a porta.
- Bom dia bebê. – Ela disse me dando um beijo na bochecha e indo abrir a janela.
- Bom dia mãe. – Eu disse ainda com sono.
- Se arruma que hoje você tem ensaio. – Ela disse,putz,eu esqueci completamente.
- Eu tinha me esquecido. – Eu disse.
- Eu sabia,mais agora vai se arrumar logo,você tem vinte minutos,e arruma a sua cama. – Ela disse saindo do quarto.
Arrumei a minha cama,não estava muito bem arrumada,mais eu tinha pouco tempo,entrei no banheiro,fiz minha higiene e tomei banho,troquei de roupa e arrumei meu cabelo,sai do quarto e fui pegar meu iPhone que estava em cima da cama,me olhei no espelho e fiquei lá me encarando.
- Nossa Justin,você é puro swag,seu gostoso... – Eu dizia para meu reflexo no espelho até ouvir risadas atrás de mim e então me virei e vi o Kenny.
- Não sabia que você era tão anormal assim Justin. – Disse o Kenny rindo de mim.
- Eu sou normal Kenny! – Eu disse e ele começou a rir mais ainda.
- Vamos logo senhor “normal” se não vamos chegar atrasados. – Ele disse e então nos apressamos para não chegar atrasados...

Continua...
                     

Oi minhas princesas,vei,eu estou muito feliz com os comentários que tive,tipo,eu comecei agora e já teve os comentários que eu pedi lá na sinopse,to muito feliz *O*
Amo vocês ok? Espero que gostem do capítulo (:
Continuo com 3 comentários...

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Sinopse - It's Hard Not To Love

             


Essa vai ser minha primeira IB,aqui no blog.
Pra quem não me conhece,eu sou a Cristyanny(dona),sou belieber,lovatic,smiler e little black star...
Espero que gostem do vídeo.Posto o primeiro capítulo com 3 comentários (:

image

Visitas (: